Ter um sorriso bonito e saudável é o sonho de todo mundo, não é mesmo? Por esse motivo, saber como é feito implante dentário ajuda muito na hora de procurar um dentista para discutir o assunto. O melhor caminho, nesse caso, envolve avaliar se realmente o procedimento é o mais indicado.

A partir disso, fica muito mais simples encontrar o melhor método para cada tipo de necessidade. Sem contar que quando o paciente chega ao consultório bem informado, consegue avaliar com exatidão o que pode interferir em sua qualidade de vida em longo prazo junto de toda a experiência do profissional.

Quer saber mais? Vamos mostrar passo a passo como é feito um implante dentário. Acompanhe!

Indicação do implante dentário

O implante dentário é indicado nos casos em que o paciente já perdeu um dente ou este não pode ser recuperado. Na prática, trata-se de um cilindro de titânio inserido no osso abaixo da gengiva. A função primordial é substituir a função da raiz do dente. Sobre esse pino, o dentista coloca uma prótese.

Existe uma infinidade de métodos indicados para recuperar a estética do sorriso e o implante é uma opção viável apenas quando nenhuma outra alternativa de recuperação pode ser eficiente.

Pré-operatório

Saiba que a implantodontia possui diferentes métodos para recolocar dentes e, por isso, é fundamental escolher uma clínica que tenha experiência e credibilidade. Como envolve técnicas cirúrgicas, o implante dentário considera não apenas a forma mais adequada de tratamento como também o estilo de vida do paciente e sua saúde de modo geral.

Instagram Neo Face

O processo de pré-operatório envolve identificar a espessura do osso para confirmar se precisará de enxerto ou não. Isso pode ser detectado com um Raio-X ou por tomografia. Ou seja, a quantidade de consultas antes do procedimento varia conforme o caso de cada paciente especificamente.

Cirurgia de implante dentário

Esse tipo de tratamento é feito com a fixação de um pino metálico, que normalmente é de titânio, no osso alveolar, que fará a função da raiz para servir como base de uma prótese. Existem diversos tipos de implantes que podem ser escolhidos conforme a conversa entre cirurgião e paciente.

Veja, a seguir, os principais:

  • unitários: cada prótese tem sua própria raiz artificial;
  • carga imediata: prótese instalada logo depois da cirurgia sem necessidade de aguardar o pós-operatório;
  • 2×3: faz a substituição de três dentes em sequência com dois implantes;
  • protocolo: uma prótese total fixa substituí os dentes perdidos encaixada em quatro a oito implantes;
  • overdenture: substituí todos os dentes perdidos, porém, com dois a quatro implantes com o objetivo de encaixar uma prótese removível.

O procedimento é um dos mais procurados, justamente, pela possibilidade de substituir um dente perdido ou todos eles. No entanto, o tratamento costuma ser influenciado por diversos fatores. Tudo varia conforme a densidade do osso e algumas pessoas precisam de enxertos ou os dentes que faltam podem estar na região posterior. O que conta, nesse caso, é a avaliação clínica do dentista para tomar a melhor decisão.

Pronto! Agora você já sabe como é feito implante dentário. O mais importante, em uma situação como essa, é encontrar um profissional experiente, que indique o melhor método conforme as suas necessidades. Só assim será possível resolver problemas estéticos e manter a saúde dos dentes em longo prazo com tratamentos eficientes.

Gostou das informações do artigo? Então nos siga no Facebook e Instagram para ficar por dentro de outros conteúdos exclusivos.

Agendar consulta Neo Face

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *