O mundo durante e pós-pandemia da COVID-19 é desafiador em várias áreas da saúde. No universo odontológico, as regras de segurança e os cuidados no atendimento redobraram e se tornaram uma nova rotina que preservar tanto os pacientes quanto os cirurgiões dentistas. Para que tudo funcione como o esperado, no entanto, é preciso ter consciência dos protocolos.

O grande segredo, nesse caso, está em se informar com a intenção de se preparar adequadamente antes de um atendimento. Sem contar que ao avaliar as indicações de higiene e segurança nas clínicas atualmente, fica mais seguro fazer os tratamentos necessários.

Quer saber mais? Vamos mostrar os cuidados dos consultórios odontológicos no “novo normal”. Acompanhe:

Entenda os protocolos do “novo normal”

A pandemia transformou a forma de trabalho de todos os profissionais e, com o atendimento odontológico, o fator segurança deve ser reforçado ao máximo. Por isso, para que pacientes e profissionais da área possam ser cuidadosos no consultório é preciso colocar em prática o protocolo do “novo normal”.

Dentro desse contexto entra em cena a biossegurança que é estrategicamente pensada para minimizar as chances de contágio ao criar um ambiente completamente esterilizado. Como consequência, os atendimentos passam por uma espécie de reeducação que faz toda a diferença na experiência dos pacientes.

Higienização de cadeiras e dos equipamentos

Assim como os hábitos de higiene das pessoas mudaram em seu dia a dia, as regras de um consultório odontológico também passaram por adaptações. Em 31 de março de 2020, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou a nota técnica nº4/2020 reforçando as orientações sobre como colocar em prática medidas de prevenção de contágio nos serviços de saúde.

A esterilização dos materiais em autoclaves deve ser feita a cada atendimento e com válvulas anti-refluxo. A limpeza e desinfecção de superfícies precisa ser realizada com hipoclorito de Sódio a 0,1% ou Peróxido de Hidrogênio a 0,5% e álcool a 70%.

Instagram Neo Face

Além disso, o documento também destaca a necessidade de agir corretamente em casos suspeitos e protocolos de higienização dos ambientes ambulatoriais e hospitalares. Uma das principais preocupações são limpezas constantes das cadeiras, equipamentos e uma triagem detalhada do paciente.

Uso de proteção durante o atendimento

O profissional de saúde bucal está atento as recomendações de biossegurança e sabe da importância de preservar seus pacientes. Basta puxar em sua memória para se recordar que o rosto do dentista sempre esteve protegido de diferentes maneiras durante os atendimentos. Entretanto, as novas regras trouxeram ainda mais cuidados que fazem com que os atendimentos possam ser feitos com tranquilidade.

. Veja, a seguir, as principais regras no uso de proteção do cirurgião dentista:

  • proteger membranas mucosas, olho e nariz, durante todos os procedimentos;
  • luvas, óculos e proteção facial com máscaras e viseiras;
  • segurança no manuseio de objetos perfurocortantes;
  • desinfecção de todas as superfícies tocadas;
  • máscaras cirúrgica e óculos de proteção em exames clínicos.

Ouvir as orientações do profissional

Ao entrar na clínica, o paciente precisa seguir todas as recomendações de segurança que estão identificadas de maneira objetiva, como manter distância sinalizada, lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel e máscara de proteção.

Além disso, como os horários de atendimentos precisam ser mais espaçados, as equipes são treinadas dentro do protocolo de prevenção para a retirada de equipamentos e de itens de uso individual. Em função disso, tanto o profissional quanto os pacientes devem ter noção de seu papel para evitar contágio.

Caso você apresente qualquer sintoma da Covid-19, o ideal é se resguardar e não comparecer ao consultório, mesmo que de máscara. Sem contar que em tratamentos mais complexos, como cirurgias, se mostra essencial ter atenção redobrada em tudo o que o profissional sugerir dentro dos protocolos de recuperação.

Pronto! Agora ficou mais fácil procurar atendimento odontológico nesse período. O mais importante é ter em mente que nossa segurança e dos outros depende de atitudes responsáveis de todas as partes. Ao comparecer em um ambiente de saúde é fundamental auxiliar o trabalho do profissional ao máximo. Só assim será possível ter uma experiência repleta de confiança.

Gostou das informações? Então compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam os protocolos do atendimento odontológico.

Agendar consulta Neo Face

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *