Os traumatismos são um problema muito comum, caracterizando-se como uma das principais causas de morte no Brasil. Eles podem afetar qualquer parte do corpo, sendo que o trauma de face é bastante frequente.

Traumatismos faciais necessitam de atenção porque afetam estruturas importantes. Se não tratados, deixam sequelas que provocam prejuízos para a estética, a funcionalidade e a dinâmica facial. A boa notícia é que, em muitos casos, eles podem ser prevenidos.

Preparamos este artigo para explicar exatamente o que são esses traumas faciais, suas causas, como fazer o tratamento e quais são as dicas de prevenção. Continue lendo para entender, também, qual o papel do cirurgião bucomaxilofacial nesses casos.

O que são os traumas na face?

Podemos considerar como trauma de face todas as lesões que afetam as estruturas dessa região. Esse tipo de problema pode atingir apenas tecidos moles, como músculos, nervos, pele ou gengiva, ou também afetar os dentes e os ossos faciais.

Os traumas podem ser leves e facilmente solucionados, como ocorre quando uma pancada gera uma fratura dentária ou um corte gengival. No entanto, também podem ser muito complexos, ocasionando fraturas no nariz, na maxila, na mandíbula, na órbita e no zigomático, sendo em um deles, dois, mais ou em todos (múltipla fratura).

Essas lesões afetam a funcionalidade e a dinâmica facial, dificultando a fala e a mastigação, por exemplo. Dependendo da gravidade, devem ser tratadas como casos de urgência e podem deixar sequelas funcionais e estéticas.

Quais as suas principais causas?

Diversas situações causam esse tipo de lesão, que pode ocorrer em pessoas de qualquer idade. Alguns fatores que ocasionam o traumatismo facial são:

  • quedas;
  • agressões físicas;
  • acidentes domésticos;
  • acidentes de trânsito;
  • acidentes esportivos;
  • acidentes de trabalho.

Embora as estruturas faciais sejam muito resistentes e tenham uma força significativa, quando elas são atingidas por grandes impactos, sofrem danos. Assim, a melhor alternativa ainda é se prevenir contra isso.

Como prevenir um trauma de face?

Para evitar um trauma de face, a primeira medida a ser tomada é ter muita cautela nas atividades e tarefas que desempenhamos. Tudo aquilo que oferece risco deve ser evitado. Contudo, se for realizar uma atividade perigosa, sempre prefira adotar ferramentas específicas para a ação, sem improvisar. Esse é o caso de usar uma escada para alcançar algo, em vez de subir nos móveis.

Instagram Neo Face

No trânsito, é muito importante que os motociclistas usem sempre um capacete de boa qualidade que cubra toda a face. Já os motoristas não podem se esquecer do cinto de segurança e de praticar a direção defensiva. Pedestres precisam ter cuidado ao circular em vias públicas, para evitar quedas ou atropelamentos.

Na prática esportiva e nas atividades laborais, o ideal é utilizar equipamentos de segurança, como capacete e protetor bucal. Eles são indispensáveis para proteger as partes do corpo mais expostas a lesões. Também é essencial evitar o envolvimento em brigas, em qualquer tipo de ambiente.

Como os traumas na face são tratados?

O tratamento do trauma de face depende muito da gravidade do problema. Inclusive, pode ser tratado em ambiente ambulatorial, pelo dentista, quando a lesão é mais simples, como um dente fraturado ou a perda de um ou mais dentes.

Mas, quando o caso é mais grave, se faz necessária a intervenção do dentista especializado em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial. Além disso, o procedimento é realizado em ambiente hospitalar.

Esse profissional é especializado em Traumatologia e faz o tratamento das lesões nos ossos nasais, malares, maxilares etc. Também está apto a tratar lesões nos tecidos moles, como lábios, língua, pele e músculos.

Quando o problema não é grave, é possível apenas fazer o acompanhamento da recuperação dos tecidos. Já os casos complexos exigem intervenções cirúrgicas para alinhar e fixar os ossos ou recompor os tecidos.

Assim, é essencial a avaliação do cirurgião bucomaxilofacial, para definir as intervenções necessárias. Dessa forma, é possível alcançar os melhores resultados estéticos e funcionais, além de uma recuperação mais tranquila.

Uma pessoa que sofre um trauma de face pode perceber alguns sintomas, como dor, inchaço, dificuldade para movimentar a boca, motilidade dentária e visão dupla. Lembre-se: é preciso buscar atendimento adequado quanto antes para receber o devido tratamento e evitar sequelas.

Quer saber mais sobre os traumas de face ou ficou com alguma dúvida? Deixe registrado no campo de comentários!

Agendar consulta Neo Face

One thought on “O que são os traumas de face e como se prevenir?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *