As 5 perguntas mais frequentes sobre a perda óssea dentária

Um sorriso bonito é o objetivo de muitas pessoas. E faz sentido, afinal, estamos falando de um dos pontos que mais afetam a estética do rosto. Mas não é só por isso que seus dentes merecem atenção.

Problemas como a perda óssea podem trazer complicações severas, também, para a saúde. Dores, inflamações constantes, sangramentos que, normalmente, estão relacionados com esse problema, podem prejudicar a sua qualidade de vida.

Vamos esclarecer as 5 perguntas mais frequentes sobre o tema e tirar as suas dúvidas. Boa leitura!

1. Por que a perda óssea ocorre?

A perda óssea é uma resposta dos ossos da região, que se torna mais frágil diante de algumas situações, como inflamações recorrentes. Isso ocorre devido a disfunções ocorridas no tecido bucal. Por exemplo, alinhamentos incorretos dos dentes podem dificultar a escovação e, consequentemente, aumentar as chances de uma reação inflamatória.

Além disso, o enfraquecimento do tecido ósseo pode ser, também, uma consequência do agravamento de doenças periodontais.

2. É possível evitá-la?

Há formas de evitar as complicações que podem gerar o desgaste do tecido ósseo, minimizando as chances de problemas inflamatórios no local. Algumas dicas importantes são:

Instagram Neo FacePowered by Rock Convert
  • realize a escovação da forma correta, sempre após as refeições e antes de dormir, evitando a proliferação de bactérias;
  • não deixe de utilizar o fio dental, para que não fiquem resquícios de alimentos entre os dentes, locais onde a escova não alcança;
  • evite forçar a escovação, para não lesionar a gengiva. Os movimentos devem ser suaves, com uma escova de cerdas macias;
  • faça o acompanhamento profissional, indo ao seu dentista pelo menos uma vez ao ano;
  • em caso de processos inflamatórios na boca, não deixe de procurar o seu dentista para saber qual seu diagnóstico e direcionar para o melhor tratamento.

3. Quando procurar um dentista?

Ao sentir qualquer tipo de alteração, como sangramento, mobilidade, dores nos dentes, inflamação e/ou retração na gengiva, mau hálito persistente, é importante buscar um profissional para realizar a avaliação da região.

4. Qual é o tratamento indicado para perda óssea?

Isso dependerá da avaliação do especialista, verificando qual é a causa que está originando a perda óssea. Ele verificará questões como:

  • sensibilidade da região;
  • dor de dente;
  • mau hálito;
  • vermelhidão da gengiva;
  • sangramento;
  • retração da gengiva, entre outros.

Além disso, o exame de imagem conseguirá mostrar se há um processo de perda óssea e os tratamentos mais indicados. Estão entre os principais utilizados:

  • limpeza da região;
  • enxerto ósseo ou outros procedimentos para recuperação do osso dentário;
  • uso de laser para recompor o tecido;
  • tratamento ortodôntico para melhorar o alinhamento dos dentes;
  • tratamento das doenças periodontais que podem estar levando à inflamação da região.

5. Quais as complicações da perda óssea?

A exposição da raiz do dente, gerada pela retração da gengiva, aumenta muito a sensibilidade e pode gerar um maior risco de infecções graves, levando à ocorrência de complicações para a saúde como um todo.

Além disso, a mobilidade dos dentes ocasionada pela perda óssea pode prejudicar a sua mastigação, causando grande desconforto estético. Algumas condições elevam o risco de perda do dente. É o caso de quem possui comorbidades, como osteoporose e diabetes.

A perda óssea pode causar problemas sérios para a sua saúde. Por isso, ao sentir os indícios que citamos neste artigo, procure um profissional de confiança.

Se você é da região de São Paulo e quer saber como encontrar um profissional de confiança, tire suas dúvidas e acompanhe nossas dicas sobre o tema.

Agendar consulta Neo FacePowered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *